Previdenciário

Como trabalhar remoto e sem stress: 5 dicas testadas na prática

Tempo de leitura: 43 minutos

Baixe o bônus do CJ

Reforma da Previdência: Principais Pontos pra Quem Advoga no Previdenciário

Infográfico pra quem advoga no Previdenciário: Principais Mudanças na Reforma da Previdência

De repente tudo mudou!

Já faz semanas que você não sabe o que é acordar cedo, se arrumar, tomar café e ir ao escritório, não é mesmo?

A gente sabe que estar em casa contra a nossa vontade, não poder sair como de rotina, perturba e até faz a gente sentir saudade daqueles dias.

Nada como o hábito!

Quem diria, né? Sentir falta da rotina de todo santo dia!

Ruas cheias, movimento, lojas, restaurantes, shoppings, academias, Fóruns, OAB, e o famoso “de casa pro escritório, escritório pra casa”…

Agora está tudo fechado, cada um no seu canto, mas a vida não pode parar.

E lembrando Guimarães Rosa, o que a vida quer da gente agora é coragem. Então que tal a gente lançar mão do que temos agora, observar as possibilidades que nos apresentam e criar algo novo em meio a tudo isso?

Sei que você já quis fazer uma viagem mais longa. Sei que já quis voltar numa segunda pra não pegar tanto trânsito depois de um feriado.

Poder ficar em casa e render num dia de chuva, almoçar com seus filhos ou tomar um café com seus pais e tios, mas a rotina não deixava. Quem sabe agora isso seja possível?

A [quarentena ou o isolamento](/como-orientar-cliente-coronavirus-guia-trabalhista/#qual-a-diferenca-entre-medidas-de-isolamento-e-quarentena/ “Clique aqui pra saber a diferença entre isolamento e quarentena”/) mexeram com a nossa expectativa, com nossas propostas e planos. Somos realmente ruins de previsões, fato.

Mas e se a gente puder se preparar pra esses momentos de incertezas e aprender com eles?

O Home Office é uma modalidade de trabalho bem flexível e que demanda muito menos do que você imagina. Com as ferramentas corretas, com um pouco de foco e adaptação, tenho certeza de que a gente vai trabalhar ainda melhor, gastando menos e fazendo mais.

Uma (quase) nova forma de trabalhar

O trabalho remoto ou teletrabalho é uma realidade há muito tempo. Costureiros, pesquisadores, professores, artesãos e muitos outros já trabalham de casa há muitas décadas. Em 2017, o Teletrabalho ficou regulamentado na CLT e isso deu mais segurança pros contratos de trabalho e pras famílias.

Com a necessidade de evitar o convívio social o trabalho remoto virou uma saída viável e simples, mas a gente precisa estar atento a nós mesmos e saber como encarar a mudança.

Para quem sempre trabalhou num espaço fora de casa, quem teve o sonho de uma carreira que depende de contato físico, pode estar com receios e com muita preocupação.

A mudança chegou rápida e necessária. E o que vai fazer a grande diferença aqui é a forma como a gente encara essa situação. Como a nossa mente funciona e como nos posicionamos em momentos de incertezas.

Modelos mentais - Por que algumas pessoas respondem diferente à crise?

A psicóloga Carol Dweck traz uma ideia de modelos mentais (mindset) que compara pessoas que tendem a ter mindset fixo e outras mindset de crescimento.

O livro Mindset vale super a pena, mas pra você pegar um dos conceitos centrais bem rápido, inserimos essa imagem do livro que traz a comparação entre os dois modelos mentais:

  1. A Mentalidade Fixa
  2. A Mentalidade de Crescimento

Diferenças nas Mentalidades: fixa e de crescimento

Viu como é bem diferente? A gente conhece aquelas pessoas que só reclamam, que vão ficar se lamentando da crise e se colocando como vítimas da situação.

Do outro lado, tem aquelas que apesar de sentirem as dores, compaixão pelas situações de enfermidade, vão buscar formas de se fortalecer com isso. Quando a gente olha pra essa imagem ficam bem claras quais são as possibilidades e como podemos aproveitar desafios e obstáculos pra crescermos ainda mais.

Você que está lendo esse post, com certeza, tem um pézinho, ou os dois, no mindset de crescimento. Parabéns!

Acabou a desculpa da falta de tempo

Agora que a gente está em casa, um dos bens mais preciosos que temos, nosso tempo, está disponível. Da correria que a gente falava e às vezes até reclamava muita coisa se foi. Agora temos a oportunidade de aprender com esse tempo “extra”.

Já pensou fazer um curso? Já pensou organizar a estrutura de seu escritório? Já pensou conversar mais com alguns clientes antigos e saber qual o diferencial do seu escritório?

Tem muita coisa boa, muita novidade e oportunidades.

Se seu escritório era pouco digital, talvez agora seja aquele empurrãozinho que faltava. Pense no que você realmente precisa no seu escritório (abaixo vou de dar algumas dicas) e veja que pode ser bem mais simples e econômico do que você imagina.

Vem comigo, vamos seguir no que é essencial pro seu Home Office.

Mais vida e mais qualidade no seu trabalho

Quem nunca pensou em ter uma vida melhor? Agora, vamos fazer um exercício juntos.Pense quais são os elementos que fariam a sua vida melhor. Podem ser de 3 a 5. Feche os olhos e reflita por 10 segundos que sejam.

Aposto que você pensou em coisas como saúde, segurança financeira, emocional, ter mais tempo, mais conforto, uma mente mais serena, muitos clientes e sucesso na sua vida profissional. Foi por aí?Se você pensou algo diferente comenta comigo, vou adorar incluir o que você pensou aqui.

🙂 Pensando nesses pontos mais frequentes que ouvi das pessoas próximas, a gente percebe que ter mais qualidade de vida é amplo, mas todos desejamos.

E isso significa menos trânsito, mais tempo com a família. Se alimentar bem e com produtos que você sabe a procedência. Gastar menos, poupar ou investir mais.

Ter mais liberdade, inclusive no trabalho com horários mais flexíveis. Poder passar mais tempo perto de quem você ama.

Se expor menos a riscos e ter seu trabalho garantido.Pois é.. sabe o que tem em comum nessa lista com o trabalho remoto? Tudo! Sério, todas essas coisas que melhoram nossa qualidade de vida vão ser possíveis agora que você trabalha de casa.

A gente sabe que não é a solução pra todos, mas que tem muita gente que pode viver melhor e trabalhar remoto, isso tem. E se pudesse ser com você essa transformação?Bom.. por algum tempo, de forma forçada, vai ser. Então aproveite essa oportunidade e bora lá!

Mito X Verdade – O que esperar do Home Office

Você já ouviu que trabalhar em casa não funciona? Ou que nunca você vai conseguir controlar a jornada dos colaboradores e isso não funciona? Ou que casa e trabalho não se misturam?

Eu já ouvi e muito!Como o trabalho remoto é uma realidade pra mim e sinto os benefícios, achei que valia a gente bater esse papo e eliminar alguns mitos sobre o trabalho remoto. Vamos tratar de 7 objeções que ouço demais e você vai ver que tem muito mais mito do que parece.

Preciso de um cômodo inteiro pro meu escritório em casa [MITO]

Tem gente que acha que se não tiver aquele escritório top em casa não vai dar pra trabalhar. Já ouvi uma amiga dizer: “Se eu morasse num apartamento maior eu teria um escritório, e aí sim trabalharia de casa”

A minha amiga que me perdoe, já falei isso pra ela inclusive, mas não é realmente essencial um cômodo só pra isso. Viu como ela colocou uma crença limitante pra ela mesma?

Está pondo uma barreira desnecessária. Claro que se você tiver e puder montar um escritório dos sonhos, vai em frente, eu também apoio! Mas pode confiar em mim, ele não é essencial.

O principal aqui é a gente perceber que precisa de “um cantinho”, mas não de grandes espaços, luxo e investimentos.

Setorizar é a palavra chave. Aqui eu te dou dicas de como ajustar um pequeno espaço pro trabalho. E,viu? São dicas de quem mora numa casa bem pequenina, não tem um quarto só pro escritório e divide o espaço de trabalho com o marido. 😉

Home Office não é produtivo [MITO]

Essa é a que eu mais ouço… disparado!

Ahh eu não tenho disciplina e, por isso, não vai dar certo.

Com certeza um elemento importante é compromisso e a gente vai falar dele, mas se você sabe o que precisa fazer e se organiza pra isso, com certeza vai dar certo.

Aqui você vai precisar se isolar mentalmente da sua casa e perceber que naquele momento que você se dedicar ao trabalho é só o trabalho.

A louça, as crianças, as contas que vencem hoje ou amanhã, essas todas vão ficar pra depois.

Dale Carnegie, tem um livro bem interessante que foi traduzido pra “Como evitar preocupações e começar a viver”.

Nele, um dos pontos-chave é compartimentar seu tempo.

Pra quem pratica Yoga ou meditação é estar inteiro, presente naquele momento. Então, se lembre de separar tempo e fazer uma coisa por vez. 😉

O Home Office pode ser produtivo demais, as multitarefas é que não são.

Vou engordar muito trabalhando de casa? [MITO]

Olha, aqui é difícil dizer que sim ou que não. O que você vai ter que pensar é se você adotou o Home Office ou o “Come Office”. hehe

Assim como num escritório ou num espaço compartilhado você vai limitar seus horários pra refeições e lanchinhos.

Quem come o tempo todo no trabalho? Então, porque comer em casa?

Se você já come bastante pode ser que seja por alguma outra questão, mas posso te garantir que não será o trabalho em casa o culpado.

Se na sua casa sempre tem uns quitutes, trabalhe longe da cozinha e peça a colaboração de quem mora com você.

Comer é essencial, mas muitas vezes estamos com mais sede, ou até ansiosos e, por isso vamos direto na comida. É, eu sei como é isso… mas posso te dizer que organizando o seu tempo e fazendo esse pacto com a família o fato de engordar muito vai ser opcional.

Posso trabalhar de pijama?[MITO]**

Nope! Gente, vamos à questão-chave: você trabalha ou já trabalhou de pijama no escritório? Como eu nunca vi advogados de pijama nos escritórios e Fóruns, vou admitir que não.

Mas se você tiver o “dia do pijama” ou essa possibilidade no seu local de trabalho, conte aqui nos comentários.

Vai ser uma novidade pra mim e vou adorar saber como funciona! Eu amo pijama, mas no trabalho não. A roupa tem um papel fundamental: separar os momentos.

Aqui você vai ter dicas de limites, de quando começa e quando termina o seu trabalho em casa e a roupa pode ser um indicativo disso. Sabia?

Assim como a gente falou do “Come Office”, o trabalho remoto também não é “Dorme Office”.

Nosso cérebro entende que na hora que colocamos um pijama ou um moletom bem molinho, a gente está num momento de relaxamento, de descanso. Esse é um hábito que nosso cérebro já processa e “reconhece” cada situação pelo que a gente veste.

E, por mais que o trabalho seja e possa ser ainda mais prazeroso, você vai concordar comigo, não é bem o momento de descanso. hehehe

A gente quer o cérebro ativo, atento, e depois sim, ele terá o momento de pausa, de descontração. Por isso, precisamos dar os estímulos certos.

Escolha uma roupa confortável, mas nada de pijama, combinado?!

Vou ter menos interrupções [VERDADE]

Você deve estar meio em dúvida ainda.

Acertei?

Com certeza aquele ditado de que “o combinado não sai caro” é verdade aqui. E que de casa pra casa termos rotinas bem diferentes.

Se você tem crianças pequenas, ou pessoas que demandam muito a sua atenção, talvez seja a hora se você explicar pra elas que está em casa, mas que vai precisar se concentrar e que depois estará disponível, como no dia de trabalho normal.

Tudo bem, se sua ou suas crianças têm menos de 5 anos e você vai precisar dar atenção total, você tem uma exceção.

Nesse caso intercalar com alguém em casa seria uma ótima ideia. O trabalho em casa já foi dito por muita gente que era o lugar onde mais se produz. E você sabe o porquê?

Porque o número de interações e de interrupções era menor. Juro! Aqui tem um vídeo que explica isso e compara o trabalho com o sono.Assim como o sono, que tem fases pra maior concentração, o trabalho também tem. Nosso cérebro precisa de um tempo pra entender que é só aquela atividade.

E você já pensou quantas vezes alguém te interrompe no escritório? Quantas vezes você vai só buscar uma água na cozinha e fica 10, 15, 30 minutos?

Quando alguém precisa muito falar com você e um e-mail resolveria. Já te aconteceu isso? Um casal de amigos tem uma técnica boa demais: fone de ouvidos.

Sim, só isso. Eles trabalham em mesas bem próximas e, ouvindo algo ou não, esse é o código deles. Se tem alguém de fone, nada de conversa.

Nada de comentários. Cada interrupção dessa faz com que você desperte, com do sono, e não consiga se concentrar.

Já em casa, com menos estímulos e com os acordos bem feitos com quem mora com você, as interrupções reduzem demais.

Faça esse acordo por escrito se precisar de um reforço pra criarem este compromisso, hehe.Você vai decidir quando pausar e isso vai ser uma maravilha! Pode acreditar em mim.

Todo mundo pode trabalhar remoto [MITO]

Nem todas as atividades permitem o trabalho remoto. Já pensou uma massagem remota? E uma aplicação de vacina remota? (Essa seria uma boa, né? Se for pra prevenir do novo Coronavírus então, melhor ainda!)

Fiscalização de bagagens remota?Serviço de transporte remoto? (Aqui eu ouvi internet? hahaha)Brincadeiras à parte, têm atividades que não comportam o trabalho remoto, que dependem do contato e/ou da presença física. Essa lista vem diminuindo.

Já vi fisioterapeuta com atendimento remoto, médicos, restaurantes em casa, shows (olhem as Lives aí), aulas de ginástica…A boa notícia é que sim, você pode advogar de casa!

Home Office é sempre em casa? [MITO]

Mito mesmo! Ter Home no nome é só um indicativo da opção mais escolhida e, porque o termo teve origem nos EUA, quando as tecnologias possibilitaram o trabalho remoto. Nesses tempos de isolamento social, sim, você deve trabalhar de casa.

Mas saiba que depois que a pandemia passar você vai poder trabalhar remoto de bibliotecas, cafés, casas de parentes, hotéis e de onde mais você quiser e tiver uma boa rede de internet.

Isso dá ainda mais liberdade pra você. E pra quem tem ou está com limitações de locomoção, o trabalho remoto é uma solução perfeita.

Agora que a gente já viu os principais mitos do trabalho remoto, chegou a vez de fazer um checklist do que você realmente precisa pra trabalhar bem de casa e alinhar com seus colaboradores e estagiários o dia a dia do escritório à distância.

Papel e caneta na mão? Notebook a postos? Bora lá!

O que você precisa pra trabalhar remoto? O seu checklist

1. Uma boa internet

Primeiro e indispensável item: conexão de internet de qualidade. Se você trabalha com mais gente, vai precisar falar com colegas e fazer pesquisas, uma boa internet não pode faltar. Hoje, pelo Brasil tem várias companhias que oferecem redes.

Eu uso uma rede com fibra óptica e gosto demais, então se você estiver pesquisando, considere isso. Uma das grandes vantagens é que no meu caso a banda é simétrica, isso quer dizer que a velocidade de upload e download sejam iguais. Isso pode te dar mais segurança e estabilidade.

Para testar sua velocidade de internet atual clique aqui e faça um teste.

2. Setup de trabalho

Eu te falei que a gente não precisa de um cômodo, mas de um cantinho, certo?

Então, prepare um espaço em uma mesa que caiba um computador, mouse e teclado. Ahh e uma cadeira confortável.Tenho colegas que trabalham em pé ou sentado naquelas bolonas de ginástica, sabe?Isso também é bem legal pra coluna e vai deixar você com mais disposição pro trabalho.

Já tive muitas perguntas de como montar um setup ideal, alturas, distância entre a tela e o rosto, profundidade da mesa e pra isso as melhores dicas estão nesse carrossel aqui.Ficou lindo e super claro!

3. Um cantinho pra chamar de seu

Além do setup, que são os equipamentos que você vai usar, precisamos isolar aquele cantinho. Aqui são três palavras de ordem: setorizar, iluminar e acomodar.

Lembra, é pra você se sentir confortável, mas não pra dormir, hehe. Nada de trabalhar do sofá ou da cama.

Então busque um espaço que não seja tão comum pra família, assim você vai ter mais privacidade. Setorize na sua casa: aqui eu trabalho. Na hora de escolher, dê preferência pra cantinhos que tenham janelas, basculantes, que permita a entrada de luz natural. Isso faz com que a gente se ative mais rápido. Ilumine de fora pra dentro. 😉

E, por fim, deixe com a sua cara. Coloque uma almofada, livros pra inspirar e decorar, plantas, copo com água… Se acomode, esse vai ser um espaço seu.

4. Adaptar sua rotina

No escritório, você tinha um horário de entrar e um de sair, certo? Sei que tem advogados com rotinas bem flexíveis. Por isso, em casa, planeje a sua nova rotina.Mais pra frente vou te mostrar dicas e ferramentas de como fazer isso. Mas comece pelo simples.

Papel e caneta, ou uma agenda. Hora que eu começo, hora que eu termino. Ahh e muito importante, faça as pausas. Almoce com tempo, tire seu horário.

Ele é essencial pra você voltar com mais disposição ainda.Você já ganhou o tempo de locomoção, o tempo do trânsito, de muita arrumação, então agora você tem mais tempo.

Porém não se engane, nós temos um limite e é importante que você seja realista e organize o seu. O trabalho remoto não é 24/7. Então, seja coerente e gentil, crie um horário possível pra você.

5. Ferramentas de comunicação

Quem trabalha 100% sozinho pode ignorar esse item do checklist. Pra quem trabalha como eu e está em rede com vários colegas, é muito importante a gente escolher como vai falar com eles. Uma ferramenta independente, direto no seu computador e não no seu celular apenas, vai ser top.

Lembra da ideia da roupa? A gente precisa criar limites pro trabalho e um canal exclusivo pra comunicação do trabalho também faz isso.

Assim, evita que você abra redes sociais, WA e acabe caindo na rede, literalmente!Logo aqui abaixo eu vou compartilhar com você quais são excelentes pra comunicação com clientes, fornecedores e colaboradores 😉

6. Planejamento

Aqui você já tem quase tudo. Pra colocar a mão na massa falta mesmo é começar a trabalhar. Mas por onde eu começo?

Quem nunca se perguntou isso que atire a primeira pedra.

E, junto com a organização da rotina, aqui vem seu papel e caneta! Eu gosto dessa moda antiga, mas também serve direto no computador se preferir. Coloque tudo, absolutamente tudo que você quer fazer numa semana.

Depois escolha quais são suas prioridades e divida por dia. Aqui te ajudo com critérios pra essa escolha. 😉 Tem uma frase que ouvimos muito aqui no CJ: “As pessoas subestimam o que podem fazer num ano e superestimam o que podem fazer num dia

Tente colocar o que cabe no seu dia. Pouco a pouco você vai saber o que é o ideal e como não propor atividades demais nem de menos.

Checklist pronto?! Agora você acabou de ver como é simples e que você tem ou pode ter tudo isso na sua casa. 🙂 Pra tirar todas as suas dúvidas, vou deixar aqui bem claro o que você não precisa.

O que você NÃO precisa - Menos é mais!

Recentemente, temos pensado sobre o que não fazer. O que não ter.Já percebeu como saber o que não fazer pode te ajudar e muito?Então, como aqueles bons e velhos conselhos, tenha em mente que você não precisa:

Não precisa: Estrutura gigante

Salas, andares e muitas pessoas fisicamente do seu lado. Já parou pra pensar quanto isso custa do seu tempo anual?

Quantas distrações você pode ter? Mas aí você vai me perguntar: “Como eu atendo meus clientes?”

Pode ser online, pode ser num escritório compartilhado, pode ser na OAB e sim, pode ser no seu escritório. O que é importante é dissociar da obrigação de uma mega estrutura, mármore e espelhos. O Direito é tradicional, mas não imutável. 😉

Não precisa: Trabalhar com a roupa formal, maquiagem, salto, gravata e sapato

Pensa só no tempo e o quanto pode ser desconfortável tudo isso. Sem falar no custo! Se você está numa cidade mais quente já deve ter reclamado das roupas sociais.

Se está numa região mais fria, talvez tenha sido a chuva, o vento ou o fato de carregar muita coisa que tenha te aperreado.

Sua pele vai agradecer menos maquiagem, você vai gostar de vestir bermudas, camisetas e vestidos mais confortáveis. Você vai descobrir que a imagem importa, mas que não precisa ser formal pra ser levado a sério e fazer um bom trabalho.

Agora se você se sente bem, gosta de um terno ou de salto, vai com tudo! Ninguém está aqui pra te julgar. A grande vantagem é a liberdade que você vai ter em casa de vestir quase qualquer roupa e estar tudo bem com isso.

Não precisa: Redes sociais ativas

Você não precisa mesmo. As redes sociais são ótimas, mas no trabalho podem ser uma grande distração.

Lembra a gente falou de uma ferramenta de comunicação só pro trabalho? As redes sociais te puxam de uma forma como quase nenhuma outra coisa.

Elas foram feitas pra isso, pra te manter por ali o maior tempo possível.Se você tem alguém no seu time que cuida do marketing ou das relações públicas e que precisa ficar nas redes sociais postando conteúdos, tudo bem, mas aí será uma atividade e não uma válvula de escape.

É legal a gente pensar que, mesmo pra comunicar com essas pessoas do time, a gente use outro comunicador.

Então, silencie as notificações das redes sociais do seu celular. Eu sei e você também o quanto é tentador ver aqueles números aumentando, pessoas nos mandando mensagens.

Ainda mais agora que tem muita gente em casa, que nem todos têm a mesma sorte que você de poder trabalhar e se preparar pra um pós pandemia ainda melhor no trabalho.

Não precisa: Guarda-chuva, digo, transporte

Chega de pegar ônibus, carro, metrô, trem. Isso não faz parte da sua rotina da quarentena! E pode não fazer depois.

Trabalhando em Home Office, sair de casa pra trabalhar é uma opção e em casos de audiências e visitas é pre-agendado. Em regra, você vai andando pro trabalho.

Serão passos, talvez alguns metros, mas sem chuva, sol, peso, procura de vaga, carro no aplicativo ou ponto de ônibus pra considerar no caminho.

Tudo isso pode ser coisa do passado. 😉 Aqui vem uma parte super prática. A gente falou bastante de comportamento do que é mito e do que é realidade, mas faltam as dicas em si.

Agora você vai ver dicas de cinco grupos imprescindíveis: Ergonomia, Limites, Comunicação, Produtividade, Atendimento ao Cliente.

Arruma essa postura, ajuste a cadeira e devore essas dicas!

Depois delas você nem vai se reconhecer!

5 Dicas necessárias: o mais que essencial

1) Ergonomia

Ergonomia é sinônimo de cuidado com a saúde.

Então, tanto pra você quanto pro seu time, repasse essas dicas. Cada um de nós tem um biotipo, tem hábitos posturais e vícios também.

E só adaptando pra nossa realidade que vamos conseguir nos colocar mais confortável no trabalho.

Com a reforma trabalhista, todos que adotam o teletrabalho ficam obrigados a informar aos colaboradores sobre as regras de ergonomia, saúde e segurança do trabalho.Essa medida tem o objetivo de conscientizar, prevenir doenças e acidente de trabalho.

Os pontos de observação aqui serão:

A) Como está sua mobília?

  1. mesa
  2. cadeira
  3. monitor
  4. mouse e teclado
  5. apoio para os pés

B) Como está seu ambiente?

  1. setorização
  2. ventilação
  3. iluminação
  4. decoração

Pra ilustrar, e te ajudar a seguir cada um desses pontos, está aqui o carrossel mais lindo das galáxias.Clicar aqui é melhorar sua saúde e de quem trabalha com você. Então veja, salve e compartilhe.

2) Limites

Pra muitos amigos essa é a parte mais difícil. Mas a melhor maneira que encontrei de ver os limites é como dupla da palavra respeito.Respeito com seu tempo, com o do colega. Respeito com a sua saúde física e mental. Respeito com a sua família, com seus parceiros.

Estabelecer limites requer autoconhecimento. E uma dose de regras e anteparos também. Afinal, quem começou a andar de bicicleta sem rodinhas?

Ahh e antes que você diga que não te avisei, tem mais, é capaz que você caia. heheA gente se sabota às vezes. É normal.

Às vezes, você vai cair em algum item fora da lista de prioridades. Vai receber uma ligação maior do que esperava.

Vai ficar até mais tarde. Então, vamos ficar atentos a nós e aos nossos limites. O que me ajuda demais é montar uma lista de tarefas.

Como falei pra você, isso dá a noção real do que eu quero e preciso fazer. Então, pause e faça sua lista agora.

Acho que vale a gente fazer juntos pra começar. Anote tudo que gostaria de fazer na semana que vem. Fez?

Agora olhe pra essa lista de atividades e pense em como dividir por 5 dias da semana. Pra te ajudar a organizar tenho 5 macetes. São considerações sobre essa lista pra validar e seguir com as tarefas.

  1. Posso deixar de fazer?
  2. Divisão das atividades Ativas das Reativas
  3. Pedras grandes primeiro
  4. Considere sua motivação pra cada atividade
  5. Pausas são essenciais

Posso deixar de fazer?

Pode soar estranho no começo, mas muitas vezes não fazer é muito melhor que fazer. Juro pra você. As decisões têm um lado emocional muito forte e a gente precisa parar e se questionar sobre elas.

A gente se envolve, faz, repete, melhora, lê, mas será que uma atividade precisa ser feita? Será que precisa ser a gente a fazer?

E se você delegasse pra alguém? Contratasse um outra pessoa mais especializada? O que você poderia fazer nesse tempo? Considere não fazer e pense nos piores impactos disso.

Qual é o limite dessa perda? Talvez, pensando mais a fundo, não seja tão grande assim e o tempo de fazer outra atividade valha mais nesse momento.

Pra saber se você deve fazer ou passar, pense se é um atividade essencial do seu negócio ou se você quer/precisa ser especialista nesse assunto.Se você responder “sim”, mantenha na sua lista e passe pro macete 2. Se não, considere compartilhar.

Há muitos sites hoje que tem excelentes freelancers. Há possibilidades de parcerias com outros advogados. Se você optou por fazer, é porque faz sentido pra você.

Nesse ponto, reflita sobre o impacto e o custo dessa atividade. Sim, o custo.

Tanto o custo direto – horas de trabalho e estrutura, quanto o custo de oportunidade, que é, de forma beeeemm simplificada, o que você deixou de fazer naquele período pra fazer essa atividade.

Então tem que valer muito a pena. Valorize seu tempo e escolha o que fazer. Isso é bem sério e requer bastante maturidade. Pense no seu tempo como seu maior ativo.

Tenho certeza de você vai encontrar situações onde não fazer vai ser a melhor opção.

Tarefas Ativas e Reativas

Em geral nós temos atividades desses dois tipos. As ativas são aquelas que você planeja. Que você pensa, dimensiona escopo, qualidade, prazo de entrega, responsável.

Pra ter sucesso nessas atividades, sugiro que você pense quem vai fazer e quando vai fazer. Se você está seguindo esses critérios já deve ter pensado sobre fazer ou não.

Já as reativas são aquelas em que vão te demandar e você vai responder e executar seguindo pedidos de colegas, da Justiça ou até mesmo de clientes.

E-mails, protocolos, retornar ligações, responder colegas pelo comunicador, ….Essas são atividades muito importantes, mas podem te esgotar e trazer uma sensação de falta de produtividade se não forem muito bem organizadas.

Por isso, minha sugestão é que você organize seus dias considerando atividades dos dois tipos. A dupla de ativas e reativas funciona bem demais. Ahh e inclua 3 atividades por dia.

Estourando 4, mas 3 é um bom número. Jim Collins, matemático e muito conhecido por seus livros sobre negócios e liderança, tem uma frase que eu gosto muito: “Se você tem mais de 3 prioridades, não tem nenhuma”.

Então, minha dica é começar assim. Escolha 3 atividades por dia e coloque as três como prioridades.

Pedras grandes primeiro

Já estamos com a lista pronta, a escolha das suas prioridades do dia, agora vamos escolher como ordenar o dia. Sim, achou que já estava bom?!

Continua aqui comigo que a sua primeira semana vai ficar um primor e vai te facilitar demais pras próximas.

Pro trabalho remoto funcionar bem, os compromissos tem que ser claros, afinal é você com você. Em geral, a hora que a gente começa o dia está com menos preocupações e com a mente mais “limpa”, por isso comece pela atividade maior, que te exige mais atenção, a mais complexa.

Na dúvida, pense naquela entre as três que de deixa mais de “cabelo em pé”. Aqui vamos seguir la mesma história do aquario e das pedras. Conhece essa história?!

De forma mega resumida, chega uma pessoa com um aquário de vidro e pedras de diversos tamanhos, areia e água e vai perguntando em que ordem começar a inserir esse materiais no aquário.

Comece pelas pedras grandes. Essa é a dica.Se você colocar a água, as pedras menores primeiro na hora que colocar as grandes talvez tenha muita dificuldade ou isso nem seja possível.

Vai criar atrito, vai ter que pensar como encaixar, vai dedicar muito mais energia. Carregar uma pedra grande com pouca energia não vai dar, né?

Então, tanto no aquário quanto na sua rotina, comece pela pedra grande.

Considere sua motivação pra cada atividade

Esse item é super importante! Dê atenção a ele! A gente tende a querer dissociar emoção de trabalho, mas isso merece ser repensado, viu?As emoções nos movem, fazem a gente se sentir vivo.

E não tem jeito, vamos sentir e por que não aproveitar a influência delas?Sabe quando você olha pra uma coisa e quer muito fazer?! Está com animação, vontade e até parece que se não começar agora vai te dar um comichão?

Isso precisa contar. Fazer as atividades pelo quanto ela nos representa ou gera valor é incrível. Isso faz com que ela impulsione as outras, faz seu tempo mais leve e o trabalho mais divertido.

E o momento do trabalho pode e deve ser alegre e motivante. Felizmente trabalho não falta e fazer algo que te anima deve sim ser um critério de escolha das atividades. **

Pausas são essenciais

A vida necessita de pausas, seu trabalho também. A gente precisa do contraste. No trabalho é fundamental ter o momento em que eu me concentro e ter o momento que eu relaxo.

Não é porque você trabalha em Home Office que vai acordar e tomar café trabalhando, almoçar de frente por computador e levar seu equipamento pra cama até você fechar os olhos. Você deve estar achando que é exagero, mas eu já soube de muita gente que queria trabalhar o triplo do dia só porque estava em casa.

Já falei isso e é sempre bom repetir. Trabalho remoto não é 7 dias por semana, 24 horas por dia. Então considere as pausas entre as atividades, considere seu almoço e encerre seu trabalho.

No dia seguinte terá um novo ciclo e assim você vai cumprindo com qualidade e de forma sustentável sua jornada.

De que adianta seguir direto, varando noites e noites e depois o corpo e a mente cobrarem o preço?! Sua imunidade pode cair, o cansaço aumentar e sua produtividade não vai ser a mesma.

Esse vai ser o seu corpo forçando a pausa.

Eu sei que em momentos bem específicos a gente tem que trabalhar mais, por mais tempo, e vai ser bom, vai ser necessário. Nesses casos você pode planejar uma pausa maior depois, mas pense nas pausas e inclua na sua rotina.

3) Comunicação

Alô, alô Terezinha! Comunicação é um dos pontos centrais da vida e da atuação do advogado. A começar pela palavra, né? Ad-vocatus é quem é chamado pra defesa. Logo, vai ter que se expressar, comunicar com os demais. Os advogados falam pelos outros, defendem, acusam, compõe os conflitos, fazem a gestão de seus escritórios. Seja pela fala ou por escrito a comunicação impera.

Minha dica aqui é você optar por uma ferramenta de comunicação interna e outra externa. Pra falar com sua equipe adote uma ferramenta de comunicação única. Eu sugiro o Slack. É uma ferramenta simples, com uma versão top gratuita e você consegue criar grupos personalizados.

Exemplo: podem ter grupos por área do seu escritório, um grupo só com o pessoal do financeiro e contabilidade, pode ter um grupo só dos estagiários (já pensou a farra?!) e quantos mais forem ser úteis pra você. Ele é super fácil de usar, bem intuitivo mesmo.

Tanto no computador quanto no celular, ele ocupa quase nada de espaço e você pode instalar e já usar. Daí basta enviar pra todos os convites e pronto!

Você já sabe, abriu o slack é trabalho. Isso é maravilhoso! “Ah mas e se eu usar o WA?” Olha eu adoro o WhatsApp, mas sabe quando você vai ver uma coisa e os amigos da faculdade falam algo nada a ver e te corta a atenção?

Ou é o grupo da família, ou do prédio.. No Slack não vai ter isso. É 100% trabalho.O WhatsApp tem a versão Business.

Nesse caso, eu sugiro que você use como comunicador externo. Pra falar com seus clientes, fornecedores, parceiros, aí sim, vale usar o WA.

Porque você vai encontrar as pessoas em qualquer lugar e, quando elas puderem, elas vão te retornar. Aqui a gente deve respeitar o WA Business e não misturar com o pessoal. Combinado?E fica muito mais fácil de gerir.

Se não, imagina toda sua carteira de clientes e contatos externos dentro do seu comunicador? Ia ser uma grande brecha pra se perder no comunicador e um tempo enorme pra gerenciar todo mundo junto.

A gente sabe que os clientes ficam com a gente por anos, mas diferente dos colegas de trabalho, a gente não fala com a maior parte dos clientes todos os dias.

Essas ferramentas de comunicação vão te dar uma grande oportunidade, escolher quando responder.

Você pode, seguindo o que a gente falou antes, se organizar pra atender aos chamados e mensagens, como num e-mail. Pense a quantidade de ligações e interrupções que isso vai te poupar.

A comunicação assíncrona tem essa grande vantagem.

“Mas e se eu precisar falar e ter resposta na mesma hora? Se for algo urgente?” Nesses casos, você pode chamar seus colegas pra uma conversa, seja pelo telefone ou até pelo slack. (Dentro slack tem esse campo e é ótima a chamada. Você só clica no ícone do telefone e pronto)

O Buraco Negro das reuniões

Agora você deve estar se perguntando: E as reuniões?!

“Pras comunicações ficarem completas eu preciso de uma reunião, eu preciso ver as pessoas, inclusive pra saber o que elas estão fazendo.”

Bom aqui temos dois pontos delicados…

Se você precisa ver pra crer, tipo São Tomé, pode ser que tenha algo pra repensar aqui: A confiança no seu time deve ser integral e não dependente da sua presença física.

O segundo ponto, é o mito de que precisamos de reuniões. Longe de mim que adoro as pessoas e falar sem parar, mas as reuniões são bem custosas.

Lembra quando a gente falou do custo de oportunidade? Uma reunião são as X horas que durar, multiplicadas pelo tempo de todos que participam dela, só pra começar.

Então com 5 pessoas numa reunião de 2horas… lá se vão 10h de trabalho.

Como a gente conversou, zelar pelo tempo dos colegas é uma forma de respeito.

Claro que tem assuntos que precisam de uma reunião, que vão ser mais simples falando num primeiro momento. Minha ressalva aqui é pra que a gente use as reuniões com moderação.

Senão, a gente entra num buraco negro das reuniões e quando vê já nem sabe o que estava fazendo ali. Ahh e sobre as reuniões, quando for fazer, deixe bem claro o assunto, monte uma pauta.

Assim todos que forem participar vão preparados e não são pegos de surpresa. Isso evita a reunião que puxa outra reunião, evita decisões precipitadas e aumenta o compromisso de quem for participar.

Você já fez alguma reunião e se arrependeu?

Se já aconteceu com você, conte aqui nos comentários, esses exemplos nos ajudam a lembrar bem quando convocar uma reunião.

Mas a gente sabe que as reuniões têm três papéis bem importantes:

Convivência, compromisso e publicidade.

Uma forma maravilhosa de fazer isso, é estabelecer um dia da semana e um horário fixo pra todos do seu escritório participem de uma reunião.

Péra aí?! Você acabou de me dizer que reuniões são custosas e está querendo que eu pare minha equipe inteira?

Sei que parece contraditório, mas tá longe de ser. Eu explico.

O problema das reuniões é a motivação e a validação de necessidade.

Nesse caso, a reunião com todos tem um objetivo maior: fortalecer os elos do time, realizar um troca das experiências da semana e da vida.

Isso integra o time e tem ótimos efeitos a longo prazo. Pode sim ter uma ineficiência, mas vale o custo da oportunidade pela publicidade e compromisso.

Aqui no CJ essa reunião semanal vale ouro, ninguém falta, a não ser que esteja de férias.

Já disseram que é como perder um aniversário de alguém querido. Dá até um aperto no coração e uma mensagem justificando a ausência 🙂

Na prática é a oportunidade de todos contarem o que têm feito e saber das outras áreas. No seu escritório pode ser com todos, mas quem sabe pode ser por área também.

Aqui você vai ter que avaliar o que faz sentido pro seu time e pra realidade do seu escritório.

O primordial é manter o time coeso e informado do que acontece mesmo à distância. Quanto mais transparência melhor.

4) Produtividade

A gente já falou muito de listar e organizar o dia. Uma dica essencial é saber como priorizar.

A gente falou de 5 macetes que eu uso pra isso, mas tem outras técnicas excelentes que preciso compartilhar com você. Uma delas é a Matriz de Eisenhower.

Quem pensou muito nisso foi o presidente americano Dwight Eisenhower e desenvolveu uma forma de análise super simples, rápida e que resolve o nossos dilemas, baseada em dois critérios: urgência e importância.

Com ela você consegue resolver as coisas fáceis e deixar sua visão clara pra fazer o que realmente importa no seu dia com clareza. A Matriz é apresentada com esse gráfico:

Matriz de tarefas por prioridades

Quanto mais pra direita mais urgente e quanto mais pra cima, mais importante. Se você olhar pra uma atividade, por exemplo, fazer o cálculo da revisão da Vida Toda do João da Silva, você deve avaliar dentro do seu contexto se é pouco importante, médio ou muito importante.

Agora vá pro outro critério: urgência. O Cálculo da RVT do João da Silva é urgente?Se for muito urgente e muito importante, comece por ele.

Como indica a matriz, faça imediatamente. Porém se for importante e não tão urgente, se organize e planeje quando fazer. Essa técnica pode aumentar demais sua produtividade porque:

a) Vai te ajudar a priorizar as tarefas

b) Com as tarefas organizadas, sua ansiedade tende a reduzir

c) Você terá mais agilidade e clareza nas decisões

d) Poderá confiar num critério bem pensado pra suas atividades. Com isso, zero impulso e muito mais assertividade. A matriz pode ser montada numa tabela, como essa do modelo acima, mas também pode ser feita no Trello.

E essa dica é boa demais! Numa pesquisa com mais de 18 métodos de organização de tarefas, pude perceber que o Trello tem o melhor custo-benefício e interatividade pra equipe.

Com essa ferramenta você pode montar toda a forma de organização do seu dia a dia. Se for no caso da Matriz que falamos há pouco, olha aqui como fica:

Board do Trello

Mas no Trello você pode criar colunas de tarefas pra tudo. Pode compartilhar com quem trabalha com você e até quem está de fora da dinâmica do dia a dia do escritório, como um cliente ou parceiro. Você pode montar as etapas de um atendimento no seu escritório. Já pensou?!

Pode montar as etapas de um Processo administrativo no INSS e cada card ser um cliente, olha.. aqui é criatividade e adaptação, porque tem muita coisa bacana.

Ahh e ainda é de graça! Super recomendo que você teste. 🙂 Tem gente aqui no Cálculo Jurídico que usa até pra organizar as viagens em família, acredita?!Uma outra dica de produtividade, é a de blocos de tempo, aquele famoso compartimentar.

O italiano Francesco Cirillo nos anos de 1980 criou uma técnica chamada pomodoro. Ela estabelece ciclos curtos de foco, iniciando com 25 minutos.

Após esse tempo você precisa dar uma pausa curta de 5 minutos. Sim, isso é uma obrigatoriedade. Nessa pausa você pode buscar uma água, ir ao banheiro, falar rapidinho com alguém na sua casa ou até pensar no que vai almoçar.

Só evite atividades mais longas como retornar alguma ligação, navegar nas redes sociais, almoçar ou coisas assim. Após a pausa de 5 min, mais 25 minutos de atividade. Depois do quarto período de 25 minutos você terá direito a uma pausa longa de 30 minutos.

Método pomodoro

Com isso, você vai dividindo seu dia em blocos menores e gerenciáveis. As atividades vão começando e sua ansiedade indo lá pra baixo.

Um dos grandes sucessos dessa técnica é ter um bloco de concentração relativamente curto. Pense, o que realmente não pode esperar 25 minutos que justifique você interromper e não possa fazer na sua pausa?

Você já sabe que vai parar, então sua mente já entende que haverá uma recompensa pelo momento de foco. Por isso, respeite as pausas.

No começo vai ser mecânico, mas com o tempo vai ser tão natural que você não vai querer trabalhar sem isso e vai saber até dizer com quantos pomodoros se faz uma canoa. Ou qualquer tarefa. heheVai ser a sua nova unidade de tempo no trabalho.

Pode escrever o que estou te dizendo. heheComo o relógio de cozinha em forma de tomate não é mais tão comum, já criaram formas online de praticar. Mas se você achar esse muito simples e quiser ter no seu celular ou em tudo que for canto, sugiro que teste o aplicativo Focus Keeper. Ele já está disponível e gratuito na Play Store e na Google Play.

O Layout dele é bem bonitinho, segue a cor vermelha de tomate e ainda te permite ver gráficos, planejar seu dia e ver o quanto da meta diária está alcançando.

Tenho certeza que sua produtividade vai mudar muito com essas ferramentas. Se você conhece alguma delas ou outras que possam ajudar a gente advogado, compartilha aqui nos comentários.

Amo trocar figurinhas! Produtividade é tudo. Pense que num dia produtivo a gente se sente bem, tem certeza de que fez o que podia e não leva a sensação de ineficiência e procrastinação.

E o pior da improdutividade não é ver a tarefa por fazer ou incompleta, mas a sensação de incapacidade ou stress. Essa dupla mina sua confiança e motivação de um jeito como poucas.

Então, se esforce, use as ajudas as ferramentas que estão aqui pra isso e se organize. Tenho certeza que vai melhorar muito seu trabalho só de tentar usar as dicas. 😉

5) Atendimento ao cliente

Nesse tempo fora do escritório, as maiores dúvidas que ouvi foram de como manter o atendimento aos clientes. Como assinar procurações, contratos e ter validade? Como passar segurança pra quem está distante sem aquele olho no olho?

Por isso deixei aqui algumas ferramentas que podem te direcionar nesse momento de tanta incerteza.

Assinatura sem caneta vale!

A boa notícia é que há muitas formas de ter validade jurídica e ainda assim assinar remotamente.

Aqui no Cálculo Jurídico a gente usa o D4sign, mas há muita outras ferramentas similares, a Docusign é uma outra opção.

Com essas ferramentas simples, você pode digitalizar qualquer documento seu e enviar por e-mail pra assinatura.

Quem recebe tem total transparência do documento e pode assinar online. O mais interessante é que a assinatura desse modo tem validade jurídica.

Então, essa pode ser uma excelente opção pra contratos, procurações e até recibos pros clientes. Além da assinatura virtual, muitos colegas têm me perguntado sobre armazenamento de informações.

Ahh como é bom estar nas nuvens!

A forma mais fácil é manter os dados na nuvem.Com essa mudança toda de rotina, eu imagino que você deva ter percebido como aqueles arquivos tão comuns nos escritórios não dão flexibilidade nem acompanham nossas vidas.

Sem contar que pesam, ocupam espaço e sendo beeem sincera são uma beleza pra dar traça. Sei que você deve cuidar com carinho dos papéis, mas eles não são práticos sempre.

Agora você deve ter trazido tudo pra casa, ou está indo volta e meia ao escritório, ou pior, ficou sem ter como trabalhar com os materiais “presos” no seu escritório. Lembre, a gente quer o documentos seguros, não presos. 😉 Por isso, sempre recomendo a digitalização e o arquivo digital.

Par digitalizar você pode usar seu celular e tirar fotos, costumam ficar muito boas. A dica é tirar de dia, pois à noite pode dar muita sombra e não ficar tão bom. Outra opção bem bacana é o Camscanner . Com ele você digitaliza como na multifuncional ou copiadora do seu escritório.

Com os documentos no computador e digitalizados você pode salvar em pastas do seu próprio computador, ou se preferir, na nuvem.O GoogleSuite é maravilhoso.

Você pode organizar tudo bem direitinho por lá, colocar verificação dupla de senha pra aumentar a segurança e acessar de qualquer dispositivo em qualquer lugar do mundo.

Tem um post que fala do futuro da advocacia e toca esse assunto da segurança de dados. Se tiver curiosidade de saber o que você pode fazer agora pra impactar positivamente os próximos anos eu recomendo demais a leitura.

Videoconferência: ver os meus clientes é preciso

Alguns assuntos são delicados e conversar frente a frente passa confiança e maior empatia. Concorda comigo?O teletrabalho pode ser com menos reuniões, já adianto, mas podemos ir aos poucos na transição.

Para isso e pra você se sentir mais perto dos clientes e da rotina dos últimos anos, as videoconferências são ótimas aliadas.

Você pode criar salas de videoconferência de forma gratuita, enviar o link pelo WA Business ou pelo Slack e chamar quem precisar pra conversar.

Aqui vou deixar 3 das muitas opções que existem: Hangouts meet, Zoom, Whereby

Uma outra ferramenta bastante procurada é o Skype, já ouviu falar?Esse pode funcionar de duas maneiras, ou como um telefone pré pago, ou com o Skype web em que você fala com quem tiver o mesmo tipo de cadastro, sem custo algum.

Viu?! Não vão faltar forma de você falar com seu cliente! Sem contar, é claro, o bom e velho telefone que liga e manda SMS, né?!

A gente usa pra tanta coisa que às vezes até esquece que dá pra fazer ligações.. heheEm alguns casos o SMS também funciona bem, em especial nas zonas rurais. Pra decidir qual forma de comunicação usar, tenha sempre em mente seu cliente e o que vai ficar mais fácil pra ele. 😉

Primeiro atendimento online é possível?

Na live do dia 24/03 com o Rafal Beltrão do escritório Ingrácio ele nos contou como fazem os atendimentos online e como essa modalidade veio crescendo no escritório em que é sócio.

Então, a resposta é: “Sim, totalmente possível!”Além das dicas da Live, sugiro que você prepare bem a entrevista e esteja com tudo em mãos pra perguntar o que precisa.

Pensando em te ajudar, a gente criou essas fichas de entrevistas tanto [trabalhista](/ficha-de-entrevista-trabalhista/ “Clique aqui pra baixar a ficha de entrevistas trabalhista”/) quanto [previdenciária](/lp-ficha-de-entrevista-para-aposentadoria-advogado-previdenciario/ “Clique aqui pra baixar a ficha de entrevistas previdenciária”/). Com elas, com certeza vai ficar tudo bem mais fácil, inclusive online.

Cálculos, a cereja do bolo!

Se você chegou aqui lendo todas essas dicas deve estar com muita vontade de colocar elas em prática.

Acertei?Por isso, a dica final é como você continua ganhando dinheiro de casa. Não, não vai ser nada de influenciador digital ou coach, aqui eu estou falando de cálculos online mesmo.

Quando a gente falou de ter tudo digitalizado era também por isso. Com todos os documentos dos seus clientes em mãos, agora é só inserir no programa de cálculos do Cálculo Jurídico e ver os cenários.Você vai poder simular aposentadorias, revisões, fazer planejamentos previdenciários, liquidações e muitos outros benefícios.

Ahh e a grande novidade são os cálculos civis. Eles fazem parte do rol de cálculos que você pode realizar com segurança e praticidade de qualquer lugar que você esteja.Em breve teremos os cálculos trabalhistas também. Já pensou que maravilha?

Conclusão - Leve pra casa!

E aí, anotou tudo na lista?Foi bastante coisa, né? Mas agora estou segura de que você tem todas as dicas pra fazer do seu trabalho ainda mais produtivo.

O importante de todos esses pontos aqui é ter feito sentido pra você e pra essa fase delicada que todos estamos vivendo.

E viu? O Corona vai passar, mas o trabalho remoto pode (e deve) ser uma opção pra você no médio e longo prazo.

Por aqui, a gente viu como liberdade e praticidade combinam com o Home Office.

Que o mindset de crescimento que você tem, combinado com organização e dicas de produtividade vão revolucionar seu dia a dia.

Se você tinha alguma dúvida, só de ler esse post muita coisa já caiu por terra, tentou seu juízo ou te fez refletir.

A gente percebeu que qualidade de vida está no topo da nossa lista de desejos e que tem muitos deles mais perto de nós do que imaginamos no Home Office.

E a advocacia é uma profissão com muita facilidade de adaptação a essa proposta, ou não é?

O que é mito e o que é realidade no trabalho remoto também está na palma das suas mãos.

Agora a gente pode garantir que o segundo mito não aconteça mais na sua casa. Nada de pijamas!

Você também está levando pra casa checklists simples do que você precisa e do que realmente pode abrir mão.

Pra fechar, você ainda teve as melhores dicas de ferramentas testadas que eu conheço pro trabalho.

E isso inclui aquelas que vão te ajudar a dar conforto físico (Ergonomia), mental (Limites), saber como acessar de forma clara as pessoas (Comunicação), como ter mais foco, resultados e satisfação no trabalho (Produtividade).

Sem se esquecer do principal: os clientes.

Por que escritório de advocacia sem cliente eu não conheço e sem relacionamento com os clientes menos ainda (Atendimento ao cliente).

Como o trabalho remoto é uma construção diária, eu me comprometo a retornar aqui e sempre atualizar as dicas e, você, se puder, deixe um comentário pra mim.

Pode ser sobre o Post, o que você acha que faltou, o que pode ser diferente.

Se você já tentou e deu certo, se não serviu pra você alguma dica, de verdade, vou adorar saber e conversar com você aqui embaixo nos comentários.

Se cuide, dê uma oportunidade pro trabalho remoto e, o máximo que puder, fique em casa!

Artigos relacionados

Deixe um comentário aqui embaixo, vou adorar saber o que você achou!