Previdenciário

Cálculos Previdenciários: Por que apostar nessa área?

Tempo de leitura: 25 minutos

Baixe o bônus do CJ

E algumas petições de presente

30 Petições Previdenciárias usadas em casos reais que deram certo

Eu trabalhava fazendo aviões.

Agora trabalho com cálculos previdenciários.

E digo sem medo… Agora está bem mais desafiador!

Quem já acompanha o Cálculo Jurídico faz tempo, sabe que eu me formei em Engenharia Eletrônica no ITA e trabalhei na Embraer, no projeto do KC 390.

Começar no Previdenciário

Claro que “fazendo aviões” é força da expressão. Afinal, eu trabalhava no time de Leis de Controle, uma parte bem específica de um dos sistemas do avião.

Mas a verdade é que eu sempre tive paixão por aviões e essa experiência me inspirou muito!

Até escrevi o post: Porque não confiar em softwares de cálculos previdenciários baseado no que vivi e aprendi naquele período.

Tenho uma gratidão gigante por todos com que trabalhei lá e pelos aprendizados que tive.

Foi ali que eu tomei gosto por lidar com coisas complexas, que precisam ser separadas, isoladas, quebradas em partes, abstraídas e ter um método muito consistente para ir resolvendo o problema. (E já já você vai perceber que tudo isso tem a ver com Previdenciário).

Com isso, eu te pergunto…

Alguém entende 100% como um avião moderno funciona?

Você deve estar pensando… Claro que não, Maurício!

Pois é, ninguém conhece bem todos detalhes de todos os sistemas, aviônicos, mecânicos, aerodinâmicos, etc.

E isso não é à toa… A complexidade de todos os sistemas é enorme.Direito Previdenciário é difícil

Mas o avião voa!

Isso prova que, com método e organização, dá pra fazer coisas que parecem impossíveis!

Até mesmo um trabalho conjunto que permite uma montanha de 60 toneladas alcançar vôo com muita segurança 😮

Não canso de pensar no poder disso! O fato de ser algo que voa deixa ainda mais emblemático.

Pare um minutinho e reflita comigo sobre o quanto isso é incrível…

Bom, mas depois de reviravoltas curiosas na minha vida e na do meu sócio, o previdenciário chegou na minha rotina pra nunca mais sair!

Desde então, eu me joguei de corpo e alma na ideia de fazer o melhor software de cálculos previdenciários do Brasil.

Me apaixonei pela possibilidade de unir a tecnologia ao Direito e junto com o Rafael (o meu super sócio), começamos a criar o programa de cálculos previdenciários do CJ.

Nesse caminho, conheci e vivi muitas histórias que transformaram a minha vida. Agora, quero que elas ajudem a mudar a sua vida também.

É por isso que, nas próximas linhas, vou te contar algumas curiosidades dessas histórias.

Eu te garanto que cada uma delas vai te fazer repensar seu escritório e até a forma como você lida com o previdenciário.

E se você está lendo isso e não atua no Direito Previdenciário … aposto que vai reconsiderar isso ainda hoje!

Um programa de cálculos previdenciários diferente

Desde os primeiros passos do CJ, tentei usar o máximo do que eu aprendi na aviação: ir dividindo um problema complexo em partes menores e resolvendo essas partes seguindo um método rigoroso de engenharia.

A gente se esforçou por vários anos e nunca olhou pro lado.

Nunca tentamos nos inspirar em planilhas ou sistemas que existiam, porque queríamos fazer algo realmente novo. Criar do zero mesmo!

Por isso, só olhamos para os advogados, para aquilo que eles realmente precisavam… E pra frente!

Isso fez com que a gente criasse um software para cálculos previdenciários verdadeiramente diferente.

E fomos ainda mais longe…

A gente até criou várias coisas que hoje são padrões nessa área.

Como você sabe, o CJ está desenvolvendo cálculos de várias áreas: Previdenciária, Civil, Trabalhista.

Assim, o que antes parecia impossível, agora é realidade: você vai ter acesso a todos esses cálculos dentro da mesma plataforma, podendo fazer quais cálculos quiser!😍

Mas a área do nosso coração e que a gente sempre vai dar uma atenção especial é a Área Previdenciária.

Não consegue imaginar o motivo?!

Então vem comigo que eu vou te explicar porque previdenciário e porque a gente entrou com uma proposta nova justamente nessa área.

Afinal, sempre ouço que o Previdenciário tem pouca perspectiva, ou que já tem muitos advogados, ou que não dá tanto dinheiro quanto outras áreas do Direito, etc.

Por isso, quero compartilhar algumas histórias e experiências que vão detonar essas visões pessimistas.

Com essas descobertas que eu vou te mostrar, você terá insights valiosos pra dar um up na sua carreira e alavancar o seu escritório!

“Bem vindo ao Direito Previdenciário” - Previdenciário é HARD

A Alessandra Strazzi, do Desmistificando, sempre fala que os previdenciaristas são heróis.

A gente concorda.

Essa paixão que os previdenciaristas têm pela área é contagiante.

É uma área do Direito muito especial em que a outra parte é o INSS e, assim, o advogado luta pelo direito que a pessoa levou muitos anos pra conseguir.

Aí, quando você consegue aumentar aquela RMI, é muita alegria!

Vai dar dignidade pelo resto da vida a uma família trabalhadora e suada. Por isso o herói.

Teve até gente fanática por outras áreas que se apaixonou pelo previdenciário. (Né Ana Paula!) Heheh.

A Ana Paula, advogada da área trabalhista do CJ, se empolgou tanto que escreveu um Guia para os Advogados Trabalhistas com todos os atalhos que você precisa conhecer pra entrar no Previdenciário. Ficou ótimo. Dá só uma olhada.

Mas também, como você que já advoga no Previdenciário sabe, é uma área difícil e complexa.

Pra expressar essa dificuldade, a gente diz que às vezes dá aquela “fritada gostosa no cérebro”. hehe!

Aqui no CJ, por exemplo, sempre discutimos sobre o programa com vários especialistas em cálculo e Direito Previdenciário…

Mas em toda discussão mais profunda, que fazia a gente coçar a cabeça até ficar vermelha, dada a complexidade que os casos previdenciários podem chegar, a figurinha carimbada era a frase do professor Milvio:

“Bem vindo ao direito previdenciário!”

É engraçado ouvir essa acolhida calorosa depois de tantos anos. hehe!

Agora, toda vez que aparece alguma questão cabeluda dessas do Direito Previdenciário, ou algum caso limite super específico, a gente brada: “bem vindo ao direito previdenciário!”

Ainda mais depois da Reforma da Previdência…

Aliás, a gente brinca que antes da EC103/2019 a dificuldade do previdenciário era a de um jogo de xadrez.

Aí com a Reforma virou Jogo de Xadrez em 3 dimensões. Hehe!

Previdenciário depois da Reforma

Como essa cena da semana passada:

  • “Mas e se num mês tivermos um período especial concomitante com um período com deficiência moderada e quisermos remover esse mês pra aumentar a RMI pelo Art 26 da EC103?”
  • “Hum…(coçando a cabeça)… Bem vindo ao direito previdenciario! 😂”

Mas é aquela coisa… “não há bem que sempre dure, mas também não tem mal que nunca acabe” hehe.

Por isso, olha só quanta coisa maravilhosa o Direito Previdenciário permite.

Previdenciário é cheio de oportunidades incríveis

Vou te contar só alguns casos pra você ver comigo a beleza e as possibilidades do Previdenciário.

Ahh e se você também quiser contar algum que conheça, escreve nos comentários que eu adoro as histórias dos advogados previdenciários.

O engenheiro que virou previdenciarista

É uma área tão contagiante, que eu descobri outro dia que um veterano meu do ITA é assinante do CJ.

Achei curioso, porque ele se formou em Engenharia de Computação.

Mas depois descobri que ele fez Direito e largou a carreira de Engenheiro pra virar Advogado Previdenciarista!

Está felizão da vida e com certeza conseguiu se encontrar na área. (Veja a conversa que tive com ele).

Ah, e não para por aí!

Ele também se encontrou financeiramente! O que é fantástico se a gente pensar que ele deixou a engenharia de computação, um mercado superaquecido em que faltam profissionais e muitos conseguem trabalhar remotamente recebendo em dólares (que valem mais do que dinheiro).

Previdenciário dá dinheiro?

Isso mostra que o previdenciário é uma área incrível e cheia de oportunidades.

Mas não são só engenheiros de computação que estão se apaixonando por previdenciário.

Também tem outras pessoas guerreiras, que começaram lá de baixo e conseguiram se erguer graças a essa área do Direito.

Vem conhecer!

O advogado dos pobres

O Daniel Alves foi meu aluno do Casd Vestibulares em São José dos Campos.

O Casd é o maior curso pré vestibular assistencialista do Brasil. Fundado e gerido por alunos do ITA.

Além do vestibular, os alunos que estudam lá também fazem uma prova de renda. A ideia é garantir a entrada de quem não conseguiria pagar um cursinho e realmente ajudar quem precisa e se dedica.

Eu fiquei muito feliz em saber que, depois de passar pelo Casd, o Daniel se formou como advogado pela USP e agora usa o CJ pra realizar os cálculos dele e aposentar várias pessoas da comunidade dele e da região.

Ele abriu seu escritório e me falou que já realiza mais de 800 atendimentos e que tem muito orgulho do seu trabalho.

Também me disse que o CJ passa muita segurança na hora de calcular algo tão importante pra ele como a aposentadoria das pessoas.

Ele é muito esforçado e um exemplo pra todo mundo. Até me contou que o chamam de “o advogado dos pobres”.

Todos os méritos pra você, Daniel!

Nichos e oportunidades inexploradas

Também me lembro sempre de casos como o do Escritório da Advª Priscila, o Arraes e Centeno, que se especializou num nicho para ajudar as pessoas com Espondilite Anquilosante.

Uma doença degenerativa que é muito sofrida para a pessoa e a sua família.

A Advª Priscila e seus colaboradores se especializaram, estudaram a doença e buscaram entender como é a vida e as dificuldades das pessoas que convivem com o problema e como poderiam auxiliar.

O resultado foi que se tornaram referências nacionais em direito previdenciário para pessoas com Espondilite Anquilosante e têm ajudado demais e da melhor maneira essas pessoas.

É realmente muito emocionante o trabalho que o pessoal do Arraes e Centeno tem feito.

Assim como eles fizeram, tem muitos casos em que o escritório pode se especializar e prestar um atendimento super personalizado e de primeira para os clientes.

Por que tudo isso é tão importante pra gente: inovações que fazem a diferença

Casos como os que eu relatei nos motivam muito a trazer coisas novas e marcantes pro software.

Afinal, fica ainda mais claro pra gente como a área previdenciária tem muito a crescer e tem oportunidades de ouro para serem descobertas.

E melhor… nos mostram como tudo isso vai ajudar muitas pessoas que precisam!

Então a gente se esforça cada vez mais pra trazer inovações e diferenciais pro CJ.

Algumas dão errado. Algumas temos que descartar… Mas outras dão muito certo!

Pra você ter uma ideia das inovações que a gente trouxe pro sistema de cálculos e que deram super certo, continue comigo nas linhas aqui embaixo.

Importação do PDF do CNIS - Lançando tendência

O CJ foi o primeiro a fazer a importação do CNIS direto do pdf com um simples upload do arquivo. Sem ter que copiar o texto na mão nem nada.

Inclusive a gente já lançou a versão 0 do programa com a importação de CNIS e cartas digitalizadas usando um OCR (Reconhecedor Ótico de Caracteres) e um algoritmo treinado para reconhecer os números.

Uma revolução!

Foi tão incrível na época que muita gente nos perguntava como aquilo era possível.

Afinal, fazia com que as horas de preenchimento se tornassem segundos! E de quebra, evitava os vários errinhos comuns que acontecem ao preencher os campos à mão.

Hoje isso já é algo comum e que se espera de qualquer sistema de cálculos previdenciários.

Além disso, agora o INSS padronizou o layout do CNIS e as coisas ficaram bem mais fáceis.

O que é ótimo!

Porque antes, digitar os dados de salários e períodos de contribuição levava horas e horas.

Um desperdício total de tempo! Aquelas horas intermináveis poderiam ser usadas pra desenvolver outras áreas do escritório, atender mais clientes, e várias outras coisas!

Ah, e tem mais…

O CJ também foi o primeiro a comparar os requisitos de todas as espécies de benefício ao mesmo tempo de forma fácil e visual!

São as famosas barrinhas de progresso e os gráficos do CJ. Se você já usa o programa, essas funcionalidades já são bem familiares, não é mesmo?! Se não, precisa conhecer elas com urgência!

Comparar benefícios Cálculo Jurídico

Aliás, elas foram tão inovadoras pra aquele momento que na época até registramos essas características do programa no INPI. Características como a famosa comparação de várias espécies simultaneamente com gráficos de barras e pontuações.

Hoje a gente percebe que isso inspirou vários outros sistemas e planilhas. E agora isso é exatamente o que queremos:

Que o mercado dos cálculos dê o salto de qualidade que merece.

Lembra dos anos parados em que havia poucas empresas no ramo?

E lembra que aquelas que existiam não prestavam um serviço que deixava os advogados realmente satisfeitos?

Pois é, a nossa vontade aqui no CJ é colocar um ponto final em tudo isso!

Atualização da Reforma da Previdência prontinha antes da promulgação

O CJ também foi o primeiro a lançar cálculos atualizados para a Reforma da Previdência! Neste post de 12/11/2019, a gente noticiou com euforia essa grande notícia.

É claro que o assunto já era conhecido por todo mundo da área. Afinal, a conversa de Reforma é super antiga.

Mas é que o nosso software foi todo construído e pensado pra tornar as atualizações seguras e práticas.

Assim, quando chegou o dia da promulgação da Reforma, já estávamos com todas as mudanças preparadas e testadas.

Foi chegar o dia e viramos a chave! Pronto!

Estavam lá as novas regras da reforma funcionando super bem e todo mundo já podia fazer os cálculos no dia seguinte (dia 13/11/2019 as novas regras entraram em vigor).

Reforma da Previdência Cálculo Jurídico

Melhor do que isso…

Teve gente até estudando as regras à medida que fazia o cálculo.

Esse processo didático do programa também foi muito legal.

Mas os assinantes do CJ já tinham sido avisados e ficaram 100% seguros de que poderiam contar com o programa pronto no dia em que a Lei fosse promulgada.

O molho secreto: Juros Compostos

Prepara-se! Você vai conhecer agora o ingrediente secreto que adicionamos à receita do programa de cálculos previdenciários do Cálculo Jurídico.

Pois então, a gente criou um processo de engenharia no CJ que torna nosso software mais robusto e inteligente a cada cálculo realizado.

É um processo que chamamos de “Juros compostos”. A cada dia a gente melhora um pouquinho e, depois de um tempo, o resultado dessa melhora consistente é enorme.

E como tem milhares de escritórios que usam o programa no Brasil inteiro, a velocidade com que os cálculos são realizados e que o processo de melhoria roda é muito grande.

software jurídico previdenciário

A nossa equipe de atualização dos índices que o diga.

No dia que tem algum índice do programa pra atualizar ficamos super ligados e a postos! hehe!

Afinal, a gente sabe que tem que fazer todas as etapas de verificação rapidinho, porque vai ter muita gente usando esse cálculo com o índice novo imediatamente.

É por isso que essa questão de “baixar atualizações” ou de esperar atualização de índices é algo que não pode mais existir no previdenciário.

Um índice desatualizado em poucos dias já dá uma diferença gigantesca (e aí traz um perrengue também gigantesco! hehe)

Então, uma dica quente que te dou é pensar nisso pro seu escritório. Sempre crie processos em que é possível um feedback rápido e mensurável.

E claro, é importante que esses processos também te permitam descobrir quais ações tiveram sucesso ou insucesso e que vão corrigindo o curso de acordo com resultados.

Essa é a receita pra criar procedimentos que são como juros compostos:

Se você melhora um pouquinho a cada dia e consegue aproveitar hoje o trabalho feito no passado, o crescimento é exponencial!

Gostou dessa dica?! Então se segura que já já vou comentar um pouco mais sobre isso na parte de times de trabalho.

Aparência simples, mas poderoso

Quem já usa o CJ sabe que tem um mundo escondido nas famosas “opções avançadas”.

Só que a verdade é que a gente desenvolve o programa pra que seja bem tranquilo de fazer a maioria dos casos.

Até porque o “caminho feliz” tem que ser super fácil de trilhar, não é mesmo?!

E é por isso que o CJ trouxe a ideia de que advogados iniciantes são mais que bem-vindos ao Previdenciário!

Eles podem pegar ações mais simples e depois atuar em questões mais complicadinhas com segurança à medida que forem ganhando experiência.

Mas é como eu te falei… Previdenciário é super complexo e a quantidade de casos é enorme.

Iniciante no Previdenciário

Por isso que o pessoal que manja mais e pega ações mais “cabulosas”, consegue fazer cálculos no CJ aplicando as opções mais avançadas. Muitas vezes essas opções estão ali, ocultas de propósito, mas possibilitam fazer muitas ações.

Assim, além de não travar iniciantes, o software também não toma o tempo de quem já é mais familiarizado com o mundo Previdenciário em 90% dos casos que fazem.

Resultado: o programa fica mais simples, sem parecer um painel de boeing, mas te permite ir muito longe.

CJ é o canivete suíço dos advogados previdenciaristas

“CJ é o canivete suíço do advogado previdenciarista.” (Helena N.)

Iniciantes? Muitas vezes nos surpreendem!

Também tem muita coisa que erramos o chute e acabamos revendo.

Olha só.

Quando a gente lançou o planejamento previdenciário, com simulação de várias estratégias e IR, achamos que só os escritórios maiores e mais estruturados iriam oferecer o planejamento (a princípio).

Imaginamos que a funcionalidade seria mais útil pra empresários e pessoas que poderiam contratar um advogado para um serviço que se paga antecipado.

Mas a gente acabou descobrindo bem o contrário!

O planejamento previdenciário foi um Hit nos escritórios pequenos. (Fica a dica pra quem quiser copiar, hehehe!)

Foi muito legal, pois esses escritórios menores e iniciantes encontraram uma forma de receber adiantado e prestar um serviço super próximo ao cliente, coisa que escritórios maiores às vezes não conseguem.

Inclusive o Daniel, que te apresentei ali em cima, me falou que os planejamentos são sucesso no trabalho dele!

E é interessante porque isso faz muito sentido quando a gente olha em retrospecto… Várias pessoas têm empresas do tipo MEI e querem fazer um planejamento para maximizar sua RMI.

Até fica aquela sensação de “como a gente não pensou nisso antes?” hehe

Mas, de qualquer forma, ficamos felizes demais com essa reviravolta e agora o nosso foco é facilitar e deixar o planejamento do CJ ainda mais valioso e prático de fazer. Em breve!

Metódicos? Vish! - Método e consistência pra ir longe

Você que já usa o CJ, sabe que a gente atualiza os índices do programa assim que eles saem em fontes confiáveis.

Revisamos sempre todos os índices e temos tudo registrado.

Mas a gente vê que alguns sistemas e planilhas por aí, usam índices incorretos ou com arredondamentos equivocados, que causam erros grandes para atualizações de valores mais antigos. Isso sempre nos indicou como “não fazer” no CJ.

“Mas Maurício, um arredondamento errado num índice antigo pode dar uma diferença pequena…”

Isso é verdade. O problema é que à medida que esse erro vai sendo propagado e multiplicado, pode dar uma diferença enorme no final.

Comparando aos aviões, seria o mesmo que um desvio pequeno em graus que voando de Los Angeles pra Nova York pode acabar chegando a Washington DC! 😱

Por isso, a gente sempre segue nosso método e a preocupação total da equipe é com o sucesso de quem está usando o programa.

E não para por aí!

Muitas vezes, a gente consegue fornecer informações dentro do CJ para ajudar os assinantes e mostrar oportunidades que podem passar despercebidas, como quando algum tema importante é votado.

Um outro caso legal foi quando o tema 810 foi votado, por exemplo.

Criamos algoritmos para avisar aos usuários do software quais dos seus cálculos poderiam ser afetados e dar um resultado melhor ainda.

O advogado recebia uma lista dos cálculos que tiveram aplicação da TR e poderiam ser revisitados, com links para cada um deles.

Além disso, também era enviado um link pra esse post aqui, que explica de forma prática e completa o que tinha acontecido e todas as novas possibilidades.

E aí, fomos surpreendidos…

Teve um advogado, por exemplo, que mandou email agradecendo:

“Nossa, vocês são demais! Sabe quanto tempo eu ia demorar pra achar todos esses casos no meu escritório? Meses!”

Surpresas como esta nos mostram como é importante aplicar cada vez mais no nosso processo de melhoria contínua.

Afinal, é isso que nos permite manter essa relação próxima com os assinantes e, assim, criar um loop de feedback que faz a gente aprimorar sempre.

Como funciona o Cálculo Jurídico

Esse feedback vêm nas avaliações do suporte, nas pesquisas de satisfação e nos comentários em redes sociais e no blog.

A gente olha pra tudo isso com muito carinho, sempre pensando em criar novas soluções que melhorem a vida de nossos assinantes.

Talvez seja um texto sobre uma opção no software, que deixe as coisas mais claras.

Talvez seja um post no blog ou artigo do guia prático do programa baseado em uma dúvida frequente.

Talvez seja uma melhoria no programa, que vai ajudar todo mundo.

São muitas as possibilidades da gente entregar um serviço melhor pra você. O software é só uma delas.

Mas claro que não dá pra passar em branco o papel fundamental do time de engenharia no programa. Um time que realmente se orgulha do que faz!

Seria incrível comentar mais sobre essa equipe em outro momento, se você achar legal (conta pra mim nos comentários se tem curiosidade em conhecer um pouquinho sobre os bastidores do CJ).

Graças a eles, a gente avançou em várias frentes:

  • Os Cálculos Trabalhistas, que estão no caminho e estão ficando incríveis.
  • Os Cálculos civis, que estão muito práticos e rápidos de fazer. Assim, você vai poder fazer vários e conseguir um ótimo resultado!
  • Nova interface do CJ que passou pelas últimas etapas de homologação e agora já está lindona no ar, cheia de novas funcionalidades que vão facilitar ainda mais o seu trabalho.
  • Além de várias outras novidades que vêm por aí!

Isso mesmo que você leu…

Por causa dos esforços dessa equipe incrível, agora você tem acesso a todos esses cálculos e pode fazer qualquer um de qualquer área num único lugar. Não é ótimo?

E sim… se tem uma coisa de que nos orgulhamos mesmo é do nosso time.

Equipe do CJ - Antifrágil

Se você já usou o atendimento do CJ, deve ter notado que o pessoal é diferenciado.

A gente faz questão de ter só pessoas excelentes na equipe. Por isso, fazemos um processo seletivo no Brasil todo com milhares de candidatos para fechar uma única vaga no CJ.

Esse processo foi muito bem pensado e fica cada vez mais difícil pra fazer jus aos colegas que já estão no CJ e pra garantir que o serviço e o atendimento que a gente te oferece sejam cada vez melhores.

E algo marcante na cultura do nosso time é que a gente se esforça para enxergar os problemas como oportunidades.

Surgiu um problema? O que eu posso aprender com ele?

Isso tem sido um ponto muito valioso pra gente e que muda completamente a forma de encarar o trabalho.

Ele vira um processo gostoso de aprendizado e não uma esteira de abacaxis pra descascar.

Assim, a gente cresce em cima do que construímos no passado e o resultado é aquele efeito juros compostos que comentei com você.

Estamos super felizes com tudo o que temos feito e com o alinhamento do time.

Tanto que, inspirada no sucesso da nossa equipe, a Michelle reuniu em um post as sacadas para trabalho remoto que vão te ajudar a manter um time coeso e produtivo mesmo em tempos de isolamento.

E aqui vai um spoiler do post: nele, a Michelle mostrou muito da essência de inovação e de atendimento de primeira que cultivamos aqui no CJ e que eu desejo que a gente não perca nunca!

Mas não queremos entrar numas de ficar falando que somos referência nisso e aquilo e que temos tradição, ou ficar vivendo no passado.

O que a gente quer é olhar pra frente sabendo que, apesar de todas as conquistas, ainda estamos engatinhando. É só o começo!

Ainda temos muito o que fazer pra criar a melhor ferramenta para os advogados exercerem a justiça: a nossa forma de retribuir todas as bênçãos que recebemos até hoje.

Aliás, o Rafael Lemos, líder do atendimento do CJ sempre fala que “coisas boas acontecem pra pessoas boas” e a gente tem muito o que agradecer por todas as pessoas boas que acompanham a gente desde o começo.

Pensando nelas, a gente busca sempre criar inovações que podem até ser difíceis ou custosas no início, mas que, com certeza, vão ser úteis e facilitadoras pra elas.

Mas se eu fizer isso a gente vai perder R$ X,00…

Pois é…. Mas vamos fazer assim mesmo, pois é o certo e no fim das contas vamos ganhar carma positivo. Hehe.

Inclusive, depois que a gente entendeu bem como é poderosa essa questão de sucesso do cliente, ficou muito mais fácil fazer as coisas e decidir as tarefas dentro do CJ.

É só ajudar nossos assinantes, visitantes e pessoas que acompanham a gente nas redes sociais a ter sucesso, mais clientes, mais eficiência, mais tranquilidade financeira, que o resto vem numa consequência quase automática.

Qual é o melhor programa de cálculo previdenciário

É por isso que a gente não tem nenhuma barreira de saída no programa.

Quer suspender a assinatura? Pronto! Suave, sem multa, sem nada.

Se você usa o CJ, é porque ele agrega valor pra você.

(E se você quer sugerir melhorias pro programa, por favor, conte com a gente no botão aqui do lado. Vamos adorar saber!)

A crise encarada como oportunidade de ajudar

A pandemia veio com uma onda de sufoco pra todo mundo, não é mesmo?!

Pensando nisso, quando começou a crise em 2020, a gente procurou ver formas ainda melhores de gerar valor e ajudar as pessoas a passarem por esse período.

Foi aí que adiantamos o lançamento dos Cálculos Civis. Porque o INSS tinha congelado os prazos, aí os idosos que eram grupo de risco não estavam indo nos escritórios.

E como você sabe… Isso foi um baque enorme na área previdenciária!

Por isso lançar os cálculos da área civil, que são ações menores e podem ajudar a manter o fluxo de caixa dos escritórios.

Com o cálculo de FGTS, por exemplo, que importa o extrato e cria a revisão em poucos segundos, dá pra captar os clientes remotamente e fazer uma boa quantidade de ações.

O mesmo vale pra revisão de aluguel e PASEP, em que o principal da ação é preencher as informações e gerar o relatório do cálculo.

Outra coisa que fizemos foi mostrar aos advogados que as dúvidas e as demandas consultivas estavam bem grandes, mesmo com as pessoas em casa (e talvez até mais do que antes da pandemia).

Assim, a gente buscou indicar que daria pra cobrar adiantado pra tirar dúvidas técnicas de direito pelo telefone, por chamada de vídeo do Whats e de outras maneiras.

Alguns escritórios ficaram parados. Estáticos, esperando pra ver o que iria acontecer.

Mas ficamos felizes e orgulhosos em ver escritórios destemidos, que entraram de cabeça no aprendizado de como fazer as coisas online. E que, mesmo não tendo facilidade com tecnologia ou computação, agora estão conseguindo ótimos resultados.

Como eu comentei em algumas lives e conversas super produtivas com assinantes… A verdade é que com as pessoas sem poder sair de casa, alguns escritórios enormes, com sede física e estrutura presencial gigante, ficaram em pé de igualdade com qualquer advogado com um computador e acesso à internet.

Assim, alguns escritórios pequenos estão conseguindo crescer e desenvolver novas estratégias nesse momento.

Mas quem podia imaginar um cenário desses, não é?!

Por isso, é importante saber se adaptar e se preparar para as adversidades sempre!

E nesse caminho de preparação e aprendizado, você que acredita que consegue melhorar o mundo pelo Direito Previdenciário e está com disposição pra conhecer e testar coisas diferentes, pode contar com o CJ pra te auxiliar no que for necessário.

Quer começar a resolver as suas dificuldades agora mesmo?! Então clica no botão do chat aqui no canto da página que nossa equipe já vai te ajudar. 😉

Conclusão

A tecnologia avança e as empresas competem cada vez mais para trazer soluções modernas ao advogado, não é mesmo?!

Pois é, as inovações tecnológicas têm chegado rápido no Direito Previdenciário e isso é ótimo para todos. Aumenta a maturidade, profissionalismo e eficiência do mercado.

Principalmente depois da Reforma da Previdência, que tornou inviável fazer várias coisas que antes podiam ser feitas manualmente ou de forma mais “artesanal”.

Agora previdenciário é um Xadrez 3D. Mas que tem muitas oportunidades escondidas para os advogados que souberem aproveitar.

Afinal, o Previdenciário é uma área muito rentável em que você pode ajudar muitas pessoas. Dá pra salvar famílias inteiras e ser um verdadeiro vetor da justiça.

Tem até engenheiro de computação do ITA virando advogado previdenciarista! E aqui você viu ainda vários outros exemplos incríveis do enorme potencial que pode ser desenvolvido na área previdenciária.

E se você leu esse post até o final e sempre lê blogs como o do CJ pra se manter por dentro de todas as novidades do mundo Previdenciário, com certeza vai saber explorar muito desse potencial.

Melhor ainda…

Com isso, você também já está na frente da maioria das pessoas que ainda lamentam as mudanças e dificuldades que apareceram nesses últimos tempos.

E como você está na frente, conte com o CJ para fazer seus cálculos com tranquilidade e rapidez e fale com a gente sempre que precisar. Nosso time está à sua disposição a um clique de distância. 😉

Dica final: se você está começando, não deixe de ler nosso post de Como estudar direito previdenciário. Nele, você vai conhecer um atalho enorme pra ter sucesso na área.

Ah, e quero já ser o primeiro a te dizer: “Bem vindo ao Direito Previdenciário!”hehe!

Mas não se preocupe porque assim como fazer algo complexo como um avião, com método e consistência, a gente consegue fazer maravilhas.

Vamos em frente! Abração!

Obs: Se gostou desse post e tem alguma história legal ou descoberta da área previdenciária que quer compartilhar, deixa aqui pra gente nos comentários. :)

Artigos relacionados

Deixe um comentário aqui embaixo, vou adorar saber o que você achou!